CidTiradentes.com - 12_03_2017-correios-anunciam-fechamento-de-250-agencias-em-plano-de-fusao

Correios anunciam fechamento de 250 agências em plano de fusão

Mudanças serão feitas de maneira gradual em municípios com mais de 50 mil habitantes.

Artigo visto por 1936 pessoas.

Correios anunciam fechamento de 250 agências em plano de fusão

Correios anunciaram o fechamento de aproximadamente 250 unidades em todo o país, como parte de projeto de fusão de agências, anunciado em fevereiro.
De acordo com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), a medida pretende tornar rede de atendimento mais eficiente e melhorar a prestação de serviços à população. Atualmente, são mais de 6.500 agências dos Correios pelo país, além de 1 mil franqueadas.
Segundo o órgão, as mudanças serão feitas de maneira gradual e apenas em municípios com mais de 50 mil habitantes. Desde o início do projeto, cerca de 60 agências já foram incorporadas a outras unidades.
Plano de demissão voluntária
Em meio à mais grave crise financeira de sua história, os Correios também realizam série de medidas de redução de custos e de reestruturação da folha de pagamentos.
A empresa acumula dois rombos de R$ 4 bilhões nos últimos dois anos. Os Correios fecharam o ano passado com prejuízo em torno de R$ 2 bilhões, após registrar perdas de R$ 2,1 bilhões em 2015.
O órgão abriu Plano de Desligamento Incentivado para Aposentados (PDI) em janeiro com empregados com mais de 55 anos como público-alvo.
Só com cortes de funções e cargos comissionados, a empresa diz ter conseguido uma economia da ordem de 20% na folha de pagamentos de janeiros.

Via:g1.globo.com




Notícias

Vagas de Emprego

Cultura



Emblues Beer Band traz o melhor do Blues e Folk ao CFCCT

Embeer Blues Band

LOCAL: Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes

Avenida Inácio Monteiro, 6900. Barro Branco/ Vila Yolanda – Teatro (3° piso)
QUANDO: Dia 18/06 (domingo), às 19h

CLASSIFICAÇÃO: Livre
ENTRADA FRANCA (GRATUITO)

Anuncie Aqui

Sua empresa aparecendo para milhares de pessoas!

Encontre no Facebook